Dicas de Vendas

Vendas no Fim de Ano: as principais dicas

12 de dezembro de 2019
Vendas no Fim de Ano: as principais dicas

O fim de ano é um dos períodos em que as empresas costumam faturar mais. Férias, décimo terceiro, festas de final de ano, esses são alguns dos motivos que fazem as vendas da temporada alavancarem.

Dados da Confederação Nacional do Comércio (CNC) mostram que o Natal é a principal data de vendas para o varejo – tanto físico, quanto eletrônico – no país. Essas vendas, inclusive, podem fazer a diferença no seu caixa do mês de janeiro, mês em que naturalmente cai o consumo para a maioria das empresas. Mas, para tirar o devido proveito dessa onda de crescimento de vendas no fim de ano, é preciso estar preparado.

Pensando nisso, trouxemos aqui as 9 dicas para você aproveitar as oportunidades desse período da melhor forma e potencializar suas vendas nesse fim de ano. Confira a seguir.

1. Planejamento

Pode parecer óbvio, já que um bom planejamento é necessário em qualquer estação do ano. No entanto, as vendas no fim de ano ocorrem em um ritmo muito acelerado, já que temos datas comemorativas onde as pessoas precisam presentear umas às outras. Por esse motivo, o planejamento aqui é um dos principais fatores para que suas vendas no fim de ano sejam bem-sucedidas e ultrapassem as expectativas.

Esteja preparado para a alta demanda e construa um plano de ação para que você consiga visualizar cada passo necessário e um possível “plano B” para cada um deles. Lembre-se que decisões mal pensadas acarretam num prejuízo de tempo, dinheiro e bem-estar para você e todos os seus funcionários nessa data tão importante. Foque para não deixar que as coisas saiam do controle.

2. Bom atendimento

Outro ponto que não deve ser prioridade somente no fim de ano, mas faz toda a diferença na hora das vendas. Devido ao crescimento do número de pessoas interessadas em seus produtos, aumenta também a possibilidade de clientes que precisem de ajuda ou alguma informação extra sobre eles.

É muito importante treinar a equipe para que ela conheça a fundo os produtos que são oferecidos na loja e proporcione o melhor atendimento ao cliente. Os vendedores devem estar preparados para responder as dúvidas dos clientes, bem como para indicar as melhores opções de produtos.

Para isso, vale investir em cursos, treinamentos e escolha de vendedores que terão papel de consultor no momento da compra – isso vale tanto para os funcionários fixos, quanto para temporários.

Além disso, procure utilizar técnicas de motivação com os seus funcionários. Estipule metas reais, ofereça recompensas, invista em palestras, dinâmicas e treinamentos motivacionais também. Essa preparação conta para melhorar ainda mais o atendimento de sua equipe para com o público.

Tudo isso para gerar clientes satisfeitos e a fidelização dos mesmos. É importante também que seja investido num atendimento pós-venda. Uma ligação ou uma mensagem – até mesmo via Whastapp – de feedback, por exemplo, é uma ideia simples, mas que valoriza e fideliza o consumidor. Enviar cartões (mesmo que digitais) desejando boas festas, também é uma ótima maneira de fazer o consumidor se sentir mais próximo a empresa.

3. Pagamento

Facilitar a forma de pagamento gera uma grande vantagem. É crucial que o lojista saiba trabalhar com as múltiplas possibilidades de pagamento existentes. Por isso, habilite vários sistemas de pagamento em sua loja – pagamento em dinheiro, cartões de crédito e débito, entre outras opções.

No e-commerce, além das opções de crédito e débito, ofereça a disponibilidade de pagamento online com sistemas como o PagSeguro e o Paypal, por exemplo.

Busque também oferecer meios para que o consumidor possa parcelar a compra. Isso, claro, considerando as margens de lucro e juros de acordo com o período em questão. O que não pode ocorrer é que a venda seja dificultada por a empresa não conseguir oferecer condições de pagamento flexíveis ao cliente.

4. Preço

Aproveitando o tema pagamento, um dos fatores decisórios para a compra, independente do produto em questão, é o valor dele. Ainda mais numa época em que ocorrem tantos gastos, os consumidores tendem a procurar por produtos que lhe apresentam uma melhor relação custo-benefício.

Ofereça descontos em compras maiores, trabalhe com promoções, busque trazer novidades com um bom custo-benefício etc. Algumas empresas optam até pela estratégia de vender produtos quase a preço de custo nessa época, mas que estimulam o cliente a comprar alguma coisa a mais. Portanto, reduzir o valor do produto pensando no ganho em volume costuma ser uma ótima oportunidade.

5. Estoque

É importante que seu estoque esteja bem organizado para que não gere grandes preocupações na hora das vendas. Levando em consideração quanto você vendeu de um produto no mesmo período do ano anterior e nos últimos meses, é possível fazer uma estimativa de vendas para o último mês do ano, por exemplo.

Com as possíveis demandas organizadas, esse também é um momento de ir atrás de seus fornecedores e buscar um desconto pela compra de um maior volume de mercadorias. No entanto, isso deve ser feito com muita cautela, já que a última coisa que a empresa precisa são produtos parados no estoque – o que significa capital parado.

Principalmente nesse ponto, tomar decisões antecipadas garante economia e assertividade. Já que as empresas terão mais tempo para trabalhar em cima de seus produtos-chave, capacitando as equipes contratadas e elaborando campanhas de promoção.

6. Horário de funcionamento

Em períodos de grande movimento, quanto mais tempo seu estabelecimento estiver aberto, maior as chances de o cliente chegar até você.

Abra em horários especiais para facilitas as visitas, estenda o horário de funcionamento. Mas isso, claro, deve ser feito respeitando o horário de trabalho dos funcionários e pagando corretamente as devidas horas extras.

É importante também que você tenha um planejamento para o pós-Natal, pois essa data gera um grande fluxo de trocas nas lojas – afinal, nem sempre ganhamos um presente no tamanho certo ou que agrade nosso gosto. Portando, determine um período de troca de seus produtos na hora da venda, para que não haja frustração com seus clientes.

7. Prazo de entrega

Devido ao aumento das vendas, esse período costuma ser bastante tumultuado também para as entregas. Faça um planejamento prévio, confira as melhores datas para que os pedidos feitos possam ser entregas a tempo e divulgue isso para seus clientes – isso vale tanto para meios offline como online.

8. Propagandas e promoções

As melhores campanhas promocionais são aquelas que comunicam o que o cliente quer ouvir, em um canal acessível e de grande acesso do público-alvo, isso estimula naturalmente o processo de compra do cliente.

Vale ressaltar que cada negócio deve formular um plano de comunicação que supra suas necessidades de acordo com seu produto/serviço e seu público-alvo.


Leia também: As 13 melhores dicas de vendas


9. Redes sociais

Uma ferramenta muito acessível e de grande impacto é formada pelas redes sociais. Com ela você pode, com poucos cliques, atingir seu público-alvo com o auxílio de ferramentas que definem a faixa etária, sexo, escolaridade, dentre outras informações, do público que receberá aquela postagem. Esse é um jeito fácil da sua marca chegar até seus clientes em potencial.

Utilize bastante fotos e vídeos para a divulgação dos produtos e promoções de fim de ano. Coloque também o contato e link do seu site visível em todas as redes, para que o público possa obter uma fácil comunicação. Assim, você estimula a ação e leva os consumidores para um espaço mais completo sobre seus produtos e sua marca.

Através da opção de patrocinar suas postagens, você faz com que sua empresa tenha um maior destaque na internet e seja lembrada pelo consumidor na hora de decidir onde irá realizar sua compra.

Procure também utilizar verbos no imperativo em suas postagens – o famoso “Call to Action” –, como: acesse, compre, visite, entre outros. Isso ajuda a alavancar suas vendas, pois atrai o consumidor a conhecer mais sobre seu negócio.


Esperamos que tenha gostado das dicas! Muito obrigado por estar presente com a Goedert em mais um fim de ano.

< Anterior Próximo >

COMENTÁRIOS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Tendências do Varejo para 2020
Dicas de Vendas

Tendências do Varejo para 2020

15 de janeiro de 2020

As tendências do varejo vivem em constante mudança. Para melhorar suas vendas e adequar sua empresa aos novos processos adotados...

Leia Mais