Conteúdo

Business Intelligence: entenda o que é

2 de agosto de 2019
Business Intelligence: entenda o que é

Diariamente empresas trabalham para melhorar suas estratégias comerciais, comunicação com os clientes e funcionamento dentro da própria companhia. Existem diversas maneiras de realizar isso, e uma delas é o Business Intelligence (BI).

Ainda nos dias atuais, muitas empresas tomam decisões importantes baseadas apenas na intuição e capacidade dedutiva de seus líderes, sem ter real conhecimento do cenário atual das indústrias, sendo guiadas apenas por experiências passadas e conhecimento do mercado de seus gestores. O Business Intelligence vem para mudar a maneira como seu negócio avalia os processos internos, por meio de uma análise inteligente de dados. Entenda um pouco mais a seguir.

O que é Business Intelligence?

É utilizar da coleta de dados para tomar melhores decisões e saber se os investimentos feitos estão trazendo bons resultados. O intuito é criar um ambiente em que a empresa tenha mais facilidade para encontrar, agir, avaliar, compreender e colaborar a partir de informações importantes sempre que for necessário.

Em outras palavras, o Business Intelligence é um conjunto de processos que tem por objetivo entregar a informação certa, para a pessoa certa, na hora certa, com o objetivo de auxiliar a tomada de decisões e contribuir para o sucesso do negócio e as suas estratégias a médio e longo prazo.

Como funciona o BI

O Business Intelligence é uma forma de manter as empresas competitivas mesmo em mercados desafiadores e saturados. Enquanto diversas companhias desperdiçam uma quantidade exorbitante de dinheiro com processos falhos e produtos que não entregam o que o público necessita, o Business Intelligence serve como guia na hora de apontar falhas e destacar novas oportunidades.

É um encaixe perfeito, que exige grande alinhamento entre três pilares:

1. Coleta de dados

Primeiramente, todas as informações e dados da empresa são coletados e analisados. A partir daí, são determinados aspectos-chave, como produtividade, oportunidades, reputação da empresa no mercado etc.

2. Organização e análise

Esses dados captados são, então, organizados em um banco de dados. Para facilitar a visualização dos gestores, os dados podem ser apresentados de forma visual com o auxílio de ferramentas e plataformas.

3. Ação e monitoramento

Os responsáveis tomam decisões com base nas informações analisadas, e monitoram seus resultados para ver se estão sendo bem-sucedidos.

Os benefícios para o seu negócio

Agora que já explicamos o que é BI Business Intelligence, confira os 9 benefícios mais importantes da inteligência empresarial:

1. Ajuda a conhecer o seu negócio

Através do monitoramento, você passa a ter mais conhecimento sobre todas as áreas dentro de sua empresa.

O gestor fica em um local estratégico, onde conseguirá avaliar continuamente o funcionamento de todos os setores do negócio, identificando problemas na cadeia operacional, limitações em áreas importantes e pontos que necessitam de melhorias. Facilitando também os processos internos diários.

2. Aumento de faturamento

Graças ao Business Intelligente, diversas abordagens de marketing podem ser otimizadas para melhorar o número de vendas.

Com os indicadores certos, é possível avaliar o impacto das estratégias de marketing, podendo planejá-las e desenvolvê-las de acordo com a demanda real de seus clientes.

3. Redução de custos

A redução dos custos operacionais é algo buscado por todas as empresas. Ter uma cadeia operacional que exige poucos recursos para ser mantida, como o Business Intelligence, é fundamental para que a companhia se mantenha eficiente e altamente competitiva.

Além disso, esse fator contribui para que o negócio possa enfrentar tempos de crise com capacidade de realizar investimentos estratégicos.

4. Reconhecimento de falhas

Quando não são encontradas falhas em nenhum processo ou abordagem dentro de uma empresa, provavelmente estão falhando justamente em procurá-las.

Por meio do BI, é possível que esses pontos de ruptura da estrutura organizacional sejam localizados e sejam tomadas medidas práticas para resolvê-los o quanto antes. Evitando assim que se tornem problemas graves que ameaçam o futuro do negócio.

5. Identificação de oportunidades

O mesmo princípio citado com respeito ao reconhecimento de falhas se aplica à identificação de oportunidades. Através da análise de dados, fica mais fácil encontrar as oportunidades dentro do mercado e persegui-las antes que outras empresas o façam.

6. Redução de riscos

Assim como as falhas, os riscos também fazem parte de qualquer indústria. No entanto, é importante trabalhar para que eles sejam mantidos sob controle e evitados sempre que possível.

O Business Intelligence entra nesse tópico como uma maneira de tomar ações preventivas que minimizem ou até eliminem riscos futuros.

7. Conhecimento sobre o mercado

É impossível permanecer no mercado sem saber quem são os concorrentes atuais, as tendências que estão surgindo, as ameaças em potencial, quem são os consumidores e como seus hábitos de compra evoluem com o passar do tempo.

Ao avaliar dados cruzados entre diversas fontes, o BI fornece uma visão completa que lhe dá total possibilidade de saber contra quem você está competindo e a melhor forma de fazer isso.

8. Comportamento dos clientes

Graças a grande quantidade de informações armazenadas, o BI possibilita que você tenha monitoramento das mudanças de comportamento de seu público-alvo, identificando as tendências de consumo e demanda de produtos em tempo real.

9. Otimização de processos

A principal característica do Business Intelligence é a otimização de processos. Através dele, é permitido que você tenha uma navegação em tempo real sobre os dados da empresa, além de disponibilizar as informações exatas que você precisa.

Isso acontece porque você tem acesso ao panorama geral da sua empresa. E com ele, você pode tomar uma decisão pensada, estratégica e inteligente em questão de minutos, poupando tempo e esforços.

Como aplicar o Business Intelligence em sua empresa

Essa aplicação exige mais do que escolher apenas uma boa ferramenta. Envolve planejamento estratégico com levantamento de dados internos, avaliação das metas de médio e longo prazo e mudança contínua na cultura interna.

Mas existem 3 pontos básicos para criar uma estratégia de Business Intelligence dentro de um ambiente corporativo:

1. Dados confiáveis

É importante que KPIs (Key Performance Indicators/Indicadores-Chave de Desempenho) sejam implementados para avaliar a performance de cada setor, e que a companhia tenha ferramentas de monitoramento.

É necessário também estar atento ao local em que essas informações serão salvas. Procure uma plataforma de qualidade, segura e capaz de entregar os registros com integridade e agilidade. Não deixe de definir regras de acesso para a segurança do negócio.

2. Objetivos claros

Os analistas responsáveis pela estratégia de BI na empresa devem ter uma visão clara dos objetivos para que a análise seja bem executada.

É essencial saber quais são as metas do negócio, seus pontos fortes e fracos e suas principais necessidades.

3. Mudança de acordo com as metas

É por meio de uma análise detalhada de atividades e informações internas que o processo de tomada de decisão se torna mais eficiente, concedendo à empresa a competitividade necessária para gerenciar negócios sustentáveis a longo prazo. Sabendo exatamente como e quando agir, de acordo com as mudanças no mercado.

Uma vez que os problemas forem identificados, estratégias para suavizar as falhas e corrigir os processos de acordo com o objetivo do negócio devem ser criadas.

Exemplos de ferramentas BI

O Business Intelligence é altamente consolidado, o que facilita a disponibilidade de ferramentas de qualidade, preparadas para atender as necessidades de todo o tipo de organização sem problemas.

Confira a seguir algumas delas e busque a melhor solução para aplicar em sua empresa:

Qlik

Oferece várias ferramentas de Business Intelligence. Dentre elas, as mais conhecidas são o QlikView – uma versão mais simples de descoberta de dados – e o QlikSense – uma ferramenta mais moderna, voltado para o processamento de linguagem natural.

 

Tableau

A ferramenta vem com a proposta de responder perguntas na mesma velocidade com que se pensa nelas.

Com um sistema no estilo “arrasta e solta”, o programa pode ser utilizado com simplicidade, apesar de oferecer recursos de sobra para analisar e prever tendências e oportunidades do mercado.

Microsoft Power BI

É considerada como uma das melhores ferramentas para BI em diversas pesquisas, o que já oferece uma segurança na hora de ter certeza que você irá receber retorno pelo seu investimento.

A ferramenta oferece conexão com centenas de fontes de dados e pode ser usada até mesmo por pessoas com pouco conhecimento técnico sobre analytics, graças aos dashboards (painéis) e relatórios que possuem uma visualização simples e fácil.


Por fim, ressaltamos que o Business Intelligence deve ser entendido como uma estratégia que melhora não só as vendas, como toda a organização, direcionamento e execução das diversas rotinas internas de uma empresa. Por meio dele, seu negócio consegue gerar um fluxo de trabalho mais eficaz, feito a partir de demandas do mercado, com melhorias e evoluções contínuas.

E aí, gostou da matéria? Já tinha ouvido falar de Business Intelligence antes? Conta para a gente nos comentários.

< Anterior Próximo >

COMENTÁRIOS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Business Intelligence: entenda o que é
Conteúdo

Business Intelligence: entenda o que é

2 de agosto de 2019

Diariamente empresas trabalham para melhorar suas estratégias comerciais, comunicação com os clientes e funcionamento dentro da própria companhia. Existem diversas...

Leia Mais